Convite

José Paulo Paes

Poesia
é brincar com palavras
como se brinca
com bola, papagaio, pião.

Só que
bola,papagaio,pião
de tanto brincar
se gastam.

As palavras não:
quanto mais se brinca
com elas
mais novas ficam.

Como a água do rio
que é água sempre nova.

Como cada dia
que é sempre um novo dia.

Vamos brincar de poesia?


PAES, José Paulo. Poemas para brincar. São Paulo: Ática, 2007.


Exploração 

1. Transcreva do poema o verso que justifica o título "Convite".
2. A quem é dirigido o convite?
3. Releia esta estrofe do poema.
Poesia
é brincar com palavras
como se brinca
com bola, papagaio, pião.
Observe que, nessa estrofe, foi feita uma comparação. Explicite-a.
4. O eu lírico do poema também compara as palavras com alguns elementos da natureza.
a) Quais são esses elementos?
b) Que características esses elementos da natureza têm em comum?
5. Quantos versos têm na terceira estrofe?
6. Aceite o convite do poeta. Use o seu caderno para brincar com as palavras, construindo poemas com assuntos diversos. Ilustre os seus textos. 

Gabarito: 
1. Vamos brincar de poesia?
2. Ao leitor
3. A comparação é: brincarmos com as palavras do mesmo jeito como brincamos com bola, papagaio e pião. Também a palavra "como" exerce função de comparação.
4. a) A água do rio e o dia
4. b) Que eles se renovam.
5. Quatro versos.
6. Pessoal.

Postagens mais visitadas deste blog

De um lado cantava o sol - Cecília Meireles

Vermeer e os impressionistas

Depois do sol...