Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Valsinha - Vinícius de Moraes

Um dia ele chegou tão diferente Do seu jeito de sempre chegar. Olhou-a de um jeito muito mais quente Do que sempre costumava olhar. E não maldisse a vida tanto quanto era seu jeito De sempre falar. E nem deixou-a só num canto, Pra seu grande espanto Convidou-a pra rodar. E então ela se fez bonita Como há muito tempo não queria ousar. Com seu vestido decotado cheirando a guardado De tanto esperar. Depois os dois deram-se os braços como a muito tempo Não se usava dar. E cheios de ternura e graça Foram para a praça e começaram a se abraçar. E ali dançaram tanta dança que a vizinhança toda despertou. E foi tanta felicidade que toda cidade enfim se iluminou. E foram tantos beijos loucos, tantos gritos roucos como não se ouviam mais Que o mundo compreendeu E o dia amanheceu em paz.
(Vinícius de Moraes, Chico Buarque de Holanda)

Afonso Arinos de Melo Franco

Imagem

Casa do marco zero - Cidade Histórica, Porto Seguro

Imagem

Aluísio Azevedo - biografia

Imagem

Sempre alerta - Millôr Fernandes

Grande espírito, o daquele escoteiro. Estava na rua, segurando seu feroz cão policial, quando viu parar um ônibus. Os passageiros desceram, subiram, o ônibus pôs-se a andar. No momento em que o ônibus ia andando apareceu um velhinho tentando pegá-lo. Correu atrás do ônibus. Quando já o ia pegando, o ônibus aumentou a velocidade. No instante exato em que o velhinho, aborrecido, ia desistir do ônibus, o escoteiro não teve dúvida: soltou o cachorro policial em cima dele. O velho pôs-se a correr desesperadamente e, como única salvação, pegou o ônibus que já ia quinhentos metros adiante. O escoteiro segurou de novo o cão e voltou para casa, feliz, tendo praticado sua boa ação do dia. Moral: no cerne da violência nem sempre há violência.
(Millôr Fernandes. Fábulas fabulosas. Rio de Janeiro: Nórdica, 1991).

Casa de Ricaldi

Imagem
Construído em 1885 por um médico de grande prestígio na região, Dr. Antônio Ricaldi, o chalé apresenta fachada com cunhais e cornija e um frontão triangular em cujo vértice está uma estatueta.
Localização: Rua Dr. Antônio Ricaldi, 78, Cidade Histórica de Porto Seguro - BA.

Réplica da Caravela de Cabral

Imagem

Manuel Antônio de Almeida - biografia

Imagem

Igreja da Cidade Histórica, Porto Seguro

Imagem
A Capela Colégio do Salvador ou de São Benedito, atual padroeiro, foi construída em meados do século XVII. A fachada apresenta terminação triangular e uma simplicidade típica das construções do primeiro período da colônia.
A capela fazia parte do Colégio Jesuítico do Salvador, demolido em 1917 e do qual restam apenas os alicerces.

Localização: Rua Dr. Antônio Ricaldi.

Álvares de Azevedo - biografia

Imagem

Vista da Cidade Histórica, Porto Seguro - Bahia

Imagem
A Cidade Histórica de Porto Seguro oferece uma vista indescritível, seja subindo a ladeira que dá acesso ao lugar, seja lá do alto. Estando no Centro Histórico você pode curtir a paisagem local em 180 graus. Visão parcial da Orla Norte e Orla Sul. A depender do dia, tudo fica mais bonito. Basicamente são quatro locais para desfrutar a beleza do lugar, o primeiro é na ladeira, o segundo em frente às ruínas do antigo Colégio, o terceiro em frente ao marco zero e o quarto em frente ao farol. Existem mais locais de observação da cidade, alguns em pousadas do alto e um outro, em pequeno beco de comércio do Centro Histórico.







Saudades - Francisco Manuel de Melo

Serei eu alguma hora tão ditoso, Que os cabelos, que amor laços fazia, Por prémio de o esperar, veja algum dia Soltos ao brando vento buliçoso?
Verei os olhos, donde o sol formoso As portas da manhã mais cedo abria, Mas, em chegando a vê-los, se partia Ou cego, ou lisonjeiro, ou temeroso?
Verei a limpa testa, a quem a Aurora Graça sempre pediu? E os brancos dentes, por quem trocara as pérolas que chora?
Mas que espero de ver dias contentes, Se para se pagar de gosto uma hora, Não bastam mil idades diferentes?

D. Francisco Manuel de Melo. In Poemas de Amor. Antologia de poesia portuguesa Org. de Inês Pedrosa. Lisboa, Dom Quixote, 2001