20 dicas para escrever um bom texto

1. Gênero
Leve sempre em conta o gênero do texto, isto é, o tipo de discurso que a situação de comunicação exige, por exemplo: crônica, carta, conto, biografia, poema, artigo, bilhete, dialogo, ensaio, verbete etc.
2. Público-leitor
Leve em conta o público-leitor a quem se destina o texto, por exemplo: crianças, jovens, adultos, amigos íntimos, autoridade, conhecidos, desconhecidos etc.
3. Veículo
Leve me conta em que veículo em que o texto será divulgado, por exemplo: jornal, revista, folheto de divulgação, mural escola, internet etc.
4. Papel do leitor
Deixe claro se o seu papel é o de participante ou de observador em relação ao assunto ou acontecimento de que trata. Defina claramente o tempo para, então, ordenar cronologicamente os fatos. Caso contrário, o texto pode apresentar problemas no uso dos tempos verbais, das pessoas gramaticais e dos discursos direto e indireto.
5. Coesão textual
Procure construir o texto buscando uma organização global clara para que ele não fique mal amarrado, com ideias desordenadas. O leitor tem que perceber claramente um começo, um meio e um fim e a sequência temporal ou lógica dos fatos. Use conectivos e expressões que orientem o leitor, por exemplo: porém, portanto, depois disso, por outro lado, desta forma, assim é por isso que etc.
6. Paragrafação
Use um critério claro de paragrafação. O leitor deve perceber que os parágrafos marcam de fato uma mudança nos movimentos do texto, por exemplo: mudança na abordagem de uma questão, introdução de uma nova ideia, nova personagem, novo rumo de pensamento etc. este item está relacionado ao anterior, pois a paragrafação deve contribuir para organizar e dar coesão ao texto.
7. Coesão nominal
Deve ser possível ao leitor perceber sobre quem ou sobre o que você está falando quando usa um pronome (ele, nós ou este, aquilo, isso, tudo etc.) ou um substantivo para retomar uma informação que apareceu antes no texto.
8. Verossimilhança e coerência
O texto tem que ter verossimilhança, isto é, o que se conta deve parecer real ou possível no mundo criado pelo autor. Procure evitar passagem sem explicação ou soltas, nas quais o leitor não entende bem o raciocínio desenvolvido ou o que aconteceu. Elimine detalhes que não se encaixam, são incoerentes, não tem lógica.
9. Escolha de palavras
Escolha as palavras e expressões com cuidado e precisão. Não opte pela palavra que fica apenas próxima do ideal. Evite o vocabulário pobre e repetição excessiva da mesma expressão. Não use gírias nem palavras ou expressões pouco típicas da linguagem escrita, quando a intenção não é retratar a linguagem oral. Escolha expressões adequadas ao gênero, público-leitor ou veículo.
10. Condensação
Evite que o texto fique muito condensado ou excessivamente resumido. Reescreva os trechos que progrediram muito rapidamente. Detalhe bem as ideias, explique mais lentamente, expanda os conteúdos, avance mais devagar, acrescentando comentários, dados, observações, descrições etc.
11. Detalhamento
Evite que o texto fique muito longo ou excessivamente detalhado. Reescreva os trechos que progrediram muito lentamente. Procure não se perder em detalhes sem importância, divagar, fugir do assunto ou perder o fio do raciocínio. Elimine observações e detalhes que não tenham uma função clara no texto.
12. Estruturação sintática
Reescreva orações e períodos mal construídos, incompletos ou ambíguos. A ordem de aparecimento dos sintagmas deve facilitar a compreensão. Evite construções sintáticas estranhas.
13. Clichês
Procure não usar clichês ou ideias prontas, chavões, afirmações já gastas. Fuja da falta de originalidade e criatividade nas ideias ou na escolha das palavras e expressões. O texto não deve apresentar soluções óbvias, pouco interessantes, que não prendam a atenção do leitor.
14. Pontuação
Evite excesso ou falta de pontuação. A pontuação deve favorecer a compreensão, organizar as informações.
15. Concordância verbal e nominal
Respeite a concordância entre os sujeitos e verbos e entre substantivo regente e seus determinantes e modificadores.
16. Regência
Atenção quanto ao uso de preposições que regem verbos e nomes e quanto ao uso da crase.
17. Ortografia
Atenção à ortografia e à aplicação das regras de acentuação.
18. Uso de maiúsculas e minúsculas
Use adequadamente as letras maiúsculas para nomes próprios. A diferença gráfica entre maiúsculas e minúsculas deve ser clara.
19. Caligrafia
Evite problemas de caligrafia, podem comprometer a clareza do texto.
20. Organização e capricho
Evite problemas relativos à apresentação do texto, que impedem a compreensão e comprometem a clareza do texto.

Postagens mais visitadas deste blog

De um lado cantava o sol - Cecília Meireles

Vermeer e os impressionistas

Depois do sol...