Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

O defunto eleitoral - Lourenço Diaféria

Imagem
Atacado a traição por um quibe frito, Ermenegildo morreu. A família lastimou, os amigos se surpreenderam – “Puxa, o Ermenegildo? Mas ele estava bom até outro dia mesmo!...” –, o patrão mandou coroa de flores, dispensou os empregados para comparecerem ao enterro, desde que compensassem as horas paradas, no fim de semana, e alguém comentou: “É, chegou a hora dele. Aliás, ultimamente está morrendo gente que nunca havia morrido antes!”
Ermenegildo era um dos melhores cabos eleitorais do bairro. Tinha influência na região e havia conseguido alguns melhoramentos públicos, como a passagem da carrocinha de cachorros duas vezes por mês, capina do campo de futebol, policiamento ostensivo a cada três meses e a cessão de um terreno em comodato para instalação de uma quadra poliesportiva de malha, bocha e dominó.
Apesar de sua autoridade de cabo eleitoral, nunca se prevalecera disso. Viajara apenas cinco vezes, em toda sua vida, em carro de chapa-branca, mesmo assim a serviço de candidatos. Era h…

A Síndrome do Sapo Fervido - Rubem Alves

Imagem
"Vários estudos biológicos provaram que um sapo colocado num recipiente com a mesma água da sua lagoa, fica estático durante todo o tempo em que aquecemos a água, até que ela ferva. O sapo não reage ao gradual aumento da temperatura (mudanças do ambiente) e morre quando a água ferve. Inchadinho e feliz.
Por outro lado, outro sapo que seja jogado neste recipiente, já com água fervendo, salta imediatamente para fora. Meio chamuscado, porém vivo !
Temos vários sapos fervidos por aí. Não percebem as mudanças, acham que está muito bom, que vai passar, que é só dar um tempo ! Estão prestes a morrer, porém ficam boiando, estáveis e impávidos, na água em que se aquecem a cada minuto. Acabam "morrendo" inchadinhos e felizes, sem ter percebido as mudanças. Sapos fervidos não percebem que, além de não serem eficientes (fazer as coisas), precisam ser eficazes (fazer as coisas certas).
E para que isso aconteça, tem que haver um crescimento profissional com espaço para diálogo, pa…