Porto Seguro – Bahia


            Porto Seguro, considerada Patrimônio Histórico Nacional desde 1976, é a segunda cidade turística mais visitada do nordeste. O lugar encanta com seu litoral recortado por falésias e mar morno, repleto de piscinas naturais coloridas pelos corais. O berço do Brasil conserva até hoje a sua história, cultura e natureza privilegiada e sabe oferecer ao turista, diversão e lazer, durante todo o dia e também no período da noite.
             A cidade mantém com zelo suas riquezas culturais, arquitetônicas e suas riquezas naturais, que lhe conferiram os títulos de Patrimônio Histórico Nacional e de Patrimônio Natural da Humanidade. 
            A animação contagia e chama a atenção de grupos de jovens – que procuram agito 24 horas por dia – e de pessoas que buscam paz e tranquilidade. O centro da cidade está sempre cheio, impulsionada por inúmeros pacotes turísticos oferecidos pelas agências locais e de outras partes do país.
            São muitas as opções de diversão: durante o dia pode-se optar por um roteiro histórico e cultural – conhecer a Cidade Histórica, com suas igrejas, casas e museus; quem preferir pode aproveitar as barracas de praias onde tem shows de dança; o turista também pode aproveitar os passeios de escunas que levam os visitantes até as piscinas naturais em recife de fora; outro passeio recomendado é o das baleias jubarte, uma viagem de escuna inesquecível, onde o turista pode desfrutar em alto mar da companhia das baleias que dão um ar de sonhos e fantasia, as baleias com os seus cantos e pulos impressionam a todos. Se você estiver disposto a fazer um percurso de 45 quilômetros, de carro ou de van, pode visitar um lugar maravilhoso, Trancoso. O distrito de Porto Seguro tem o clima de cidade do interior, mas que recebe pessoas famosas de várias partes do mundo. O quadrado é um lugar mais visitado do distrito, ali você pode comprar artesanatos locais e desfrutar do mirante, uma visão única do mar e da localidade de Trancoso.
            À noite, além da Passarela do Descobrimento, com restaurantes e feira de artesanatos; você também pode atravessar de balsa e dá um passeio na Rua Mucugê, em Arraial d’Ajuda. O lugar encanta por suas luzes e uma atmosfera todo especial. Lá você encontra excelentes bares, pinturas de artistas renomados ou de artistas locais e diversas casas de shows. Dá ainda pra aproveitar a diversidade cultural presente em Arraial, onde os visitantes podem conversar com pessoas de várias partes do mundo: alguns são moradores, outros turistas, que se apaixonaram pela cidade e mudaram para Arraial d’Ajuda.
            Se quiser dançar forró pé de serra, o lugar indicado é o distrito de Caraíva, é um local mais distante, mas que tem uma energia fantástica, lá não trafega carros, só carroças, o que dá um charme todo especial a essa localidade. Pra chegar a Caraíva, é preciso enfrentar três horas de viagem por estrada de rodagem com muita paisagem natural, ônibus não oferece todo o conforto, mas a beleza do roteiro da viagem faz você nem perceber. É uma viagem pra quem gosta de aventura. Entretanto, se você quiser uma viagem confortável, pode fretar as vans que contam com ar condicionado e muito conforto, uma viagem de van deve ficar entorno de 120 reais, mas é sempre bom pesquisar um pouco os preços. Estando em Caraíva, o turista tem que atravessar o rio Caraíva em canoas coloridas e deixar o carro do outro lado do rio, pra quem foi de carro próprio. Como falei, lá não entra carro.
            Os horários de ônibus pra Caraíva são dois: têm o primeiro às 7 da manhã e o último às 16 horas pra quem vai pernoitar no distrito. Durante a alta temporada a empresa de ônibus coloca um ônibus extra, que sai da Balsa do Arraial no horário de 11 horas.

                Mais fotos de Porto Seguro:





















Postagens mais visitadas deste blog

De um lado cantava o sol - Cecília Meireles

Vermeer e os impressionistas

Depois do sol...