A Leiteira (1658-1660)


Johannes Vermeer (Países Baixos, 1632-1675)
Óleo sobre tela – 45,5 cm x 41 cm

Rijksmuseum. Amsterdã, Holanda

          Este é um dos poucos quadros de Vermeer em que a mulher é apresentada de forma positiva, tal como acontece em A Rendeira (1665-1668). Normalmente, as mulheres que cuidavam dos serviços domésticos eram retratadas como preguiçosas ou bêbedas, mostrando as consequências dos vícios. Já a protagonista desta tela manifesta a simplicidade da mulher virtuosa, apontada também pelos outros elementos que completam a cena. O leite, símbolo de pureza, e os pedaços de pão cortados sobre a mesa, representando Cristo, constituem sinais inequívocos de virtude. O quarto é muito simples, conta apenas com o indispensável. Ao que parece, isso foi realmente intencional. A partir de estudos realizados com raios X, pôde se comprovar que o pintor cobriu um mapa que decorava a parede do fundo da cena. A harmonia que se desprende desta tela se deve à camada de cor cálida que recobre a superfície, imitando a luz do amanhecer entrando pela janela. 

Postagens mais visitadas deste blog

De um lado cantava o sol - Cecília Meireles

Vermeer e os impressionistas

Depois do sol...