Por que a ferradura é símbolo de boa sorte?


Há registros de que esse objeto já era considerado um amuleto poderoso desde a Grécia antiga. Primeiro, porque era feito de ferro, elementos que os gregos acreditavam proteger contra o mal. Além disso, o seu formato lembrava a Lua Crescente, símbolo de fertilidade e prosperidade. Os romanos herdeiros de boa parte das tradições gregas adotam também essa superstição e a passaram adiante. Os cristãos europeus, por sua vez, creditam sua origem a São Dunstan de Canterbury (924-988), monge e arcebispos inglês conhecido como grande estudioso da metalurgia, tendo aperfeiçoado as técnicas de fabricação de sinos – além de ser músico e pintor. Segundo a lenda, Dunstan teria colocado ferraduras no próprio demônio e somente as retirou depois de ouvir a promessa do capeta de que nunca mais se aproximaria do objeto. A tradição manda colocar a ferradura no alto da porta, com as pontas viradas para cima, se não a sorte vai embora. Mas hã países, como a Espanha, em que acredita-se que a ferradura deve apontar para baixo, para que a sorte se espalhe para toda a casa.

Postagens mais visitadas deste blog

De um lado cantava o sol - Cecília Meireles

Vermeer e os impressionistas

Depois do sol...