Salvador Dalí

Salvador Dalí, como pintor, bebeu conscientemente das fontes mais clássicas - ou seja, das mais sólidas e seguras do saber pictórico ocidental. Aprendeu dos grandes mestres da pintura da época moderna, aqueles que basearam seu saber na perfeição do ofício,  no conhecimento e no acerto da representação do espaço, na precisão do detalhe, na correta modulação da luz e no efeito do virtuosismo, às vezes episódico, às vezes necessário.



Rosto e Fruta

Busto de Voltaire

Ascensão de Cristo

Persistência da Memória
Cisnes refletindo elefantes



Postagens mais visitadas deste blog

De um lado cantava o sol - Cecília Meireles

Vermeer e os impressionistas

Depois do sol...