O ERÊ - Toni Garrido



Pra entender o erê
Tem que tá moleque
Tem que conquistar alguém
E a consciência leve
Há semanas em que tudo vem
Há semanas que é seca pura
Há selvagens que são do bem
A sequência do filme muda
Milhões de anos-luz podem curar
O que alguns segundos na vida podem representar
O erê, a criança sincera convicção
Fazendo a vida com o que o sol nos traz
Você sabe o sentimento não trai
Para entender o erê
Tem que tá moleque
Tem que conquistar alguém
E a consciência leve
Pare e pense no que já se viu
Pense e sinta o que já se fez
O mundo visto de uma janela
Pelos olhos de uma criança.


GARRIDO, Toni; DA GAMA; LAZÃO; FARIAS, Bino; VILHENA, Bernardo.
Cidade Negra. Rio de Janeiro:
SONY MUSIC: 1996.

Postagens mais visitadas deste blog

De um lado cantava o sol - Cecília Meireles

Vermeer e os impressionistas

Depois do sol...